Serú Girán - 1978

A Argentina teve uma forte cena roqueira, nas décadas de 70 e 80. É um movimento que ficou conhecido com Argento Rock. Não vou citar os nomes aqui, porque quero me concentrar em apenas um e seu respectivo album de estreia.

Em 1978 nascia a Serú Girán. Integrado por Charly Garcia, David Lebón, Pedro Aznar e Oscar Moro, eram praticamente o dream team do rock argentino, na época. Tudo começou depois de uma viagem de Charly ao Brasil. O rapaz voltou cheio de idéias musicais.

É considerada uma das melhores bandas de rock que apareceu na Argentina, tanto no nível musical, visual e conceitual. E é justo essa consideração.

O primeiro cd levou o mesmo nome da banda e é uma mistura de jazz-rock e música brasileira. A complexidade harmônica, as mudanças rítmicas das músicas nos faz lembrar... Mutantes. Talvez essa tenha sido a maior influência de Charly Garca.

Ainda bem que lembra, assim já nos dá a segurança de que é um excelente material. Vale destacar as excelentes linhas de baixo e teclado. A prova máxima desse trabalho é a música Eiti Leda.

O Blá-bláismo recomenda!

---
Serú Girán
lançado em 1978 - Sony Music

Músicos:
Charly García: teclados, guitarra, sintetizadores e voz
David Lebón: guitarra elétrica, guitarra acústica e voz
Oscar Moro: bateria e percussão
Pedro Aznar: baixo, baixo fletless, sintetizadores, teclados e voz

Participação especial de Daniel Goldberg: arranjos musical e direção orquestral.

Faixas:
1 - Serú Girán
2 - Voy a mil
3 - Cosmigonón
4 - Separata
5 - Seminare
6 - Autos, Jets, Aviones, Barcos
7 - Eiti Leda
8 - El Mendigo en el Andén


Blá blá blá deWagner às 17:12

1 blá blá blás:

Bella...=^.^= disse... 5 de outubro de 2007 08:18  

eles cantam em espanhol ou ingles????

Postar um comentário